PROTEÇÃO CIVIL ADVERTE PARA AGRAVAMENTO DO RISCO DE INCÊNDIO FLORESTAL

fogoEstão reunidas as condições climatéricas muito favoráveis à ocorrência de fogos.

O alerta é da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), que após contatos com Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), recomenda a observância de medidas de prevenção, precaução e da legislação em vigor.

De acordo com a ANPC, hé necessário ainda ter em conta a legislação em vigor, que proibe a realização de queimadas, fogueiras para recreio ou lazer, ou para confeção de alimentos, a utilização de equipamentos de queima e de combustão, destinados à iluminação ou à confeção de alimentos e fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem.

Para que efetua trabalhos agrícolas e florestais recomenda-se ainda que as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras, que se realiza o abastecimento das máquinas a frio em local com pouca vegetação e u cuidado especial com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor.

A ANPC determinou o incremento do nível de prontidão do Sistema Integrado de Operações de Socorro (SIOPS), no quadro do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF), para o período até 20h00 desta terça-feira, 2 de setembro.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe a sua resposta