PARQUE DE CAMPISMO DE OUTÃO MUDA DE MÃOS

Foi ontem assinado o acordo entre a Câmara Municipal de Setúbal , o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e a – Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS) a transferência de titularidade dos direitos da licença de utilização do Parque de Campismo do Outão, para o Município.

parquecampismooutaoTal só foi possível após a APSS e o Município terem acordado no projeto de obras de manutenção e requalificação do terreno, com vista à atividade de parque de campismo.

Espera-se a criação de um equipamento que preserve o enquadramento natural, com estruturas de apoio para visitantes, turistas e caravanistas.

Setúbal surge na rota para turismo devido às suas características paisagísticas, gastronómicas e hoteleiras. A deliberação camarária sublinha que “Setúbal tem vindo a afirmar-se como um destino turístico, apostando na criação e implementação de produtos turísticos que traduzam os recursos e potencialidades de um território natural, cultural e patrimonial”.

6 COMENTÁRIOS

  1. Foi com imensa alegria e cheia de felicidade que digeri a noticia de reabertura do Parque de Campismo do Outão. Após uma permanencia de 18 anos, vi a minha expulsão com uma grande tristeza e ação deprimente, mas hoje é com o coração cheio de felicidade, só espero que a entidade Câmara Municipal de Setubal, tenha a justiça de dar a quem teve de abandonar o espaço de quase uma vida a oportunidade de ocupar os lugares anteriores, e acredito na justiça e solidariedade desta Entidade. Finalmente se vai fazer justiça.

    A todos os companheiros é hora de união e mostrar que o povo que luta vence sempre.

    Maria Julia Rosa Montalvo Aires da Silva

  2. Parabens APSS e Camara Municipal de Setubal, conseguiram fazer justiça pelo povo que quase dedicou metade da vida ao companheirismo, uma verdade a força está na luta do povo e este vencerá sempre.

    Maria Julia Rosa Montalvo Aires da Silva

  3. O parque não devia reabrir. Em vez disso, área devia ser renaturalizada e voltar ao seu aspecto original, como deve ser num parque natural.

  4. O parque devia reabrir e a praia que está quase ao lado deveria ser recuperada, Tirar dali os barcos ancorados que utilizem gasolina teriam de vir a remos , limpar a areia, limpar a Ribeira da Ajuda, preservar as ruinas da salga, enfim restaurar a envolvente até à Comenda. Isso seria renaturalizar, sem deixar de haver parque.

  5. Sinceramente já se previa uma grande mudança, nunca pensei e que na mesma notícia consigam não cumprir o que afirmaram ah tempos atrás, requalificação do espaço mas mantendo residentes com alvéolos próprios, ora isto não vai acontecer porque pelo quque se percebe será mais conveniente por um parque só para autocaravanas tendas e caravanas de passagem, e os residentes que davam lucro todo o ano não faz sentido pelo menos um espaço para os que mais fazem lucrar? Se alguém tiver resposta diga claramente ao povo o que vão fazer deste magnífico parque. E que não existe mais nenhum em setubal.

Deixe a sua resposta